Temas atuais para abordar na escola em 2020: parte 2

Como falar de bullying, gordofobia e alimentação saudável na sala de aula 

Dando continuidade às nossas dicas de atividades para trabalhar em sala de aula, vamos abordar dois temas sensíveis, que fazem parte do dia a dia das crianças: o bullying e a obesidade infantil.

Começamos pelo bullying, termo que define todas as manifestações de violência física ou psicológica contra crianças e adolescentes. Em geral, os alvos preferidos são os alunos que fazem parte de minorias. A discriminação acontece em decorrência de orientação sexual, crença religiosa ou alguma característica física ou comportamental, como o excesso de timidez.

 

Literatura

Livros podem ser grandes aliados na abordagem do bullying em sala de aula. Sobre esse tema, a editora Colli Books disponibiliza para adoção das escolas o título “E se fosse você?”, da escritora Anete Lacerda.

A autora diz que o tema deve ser tratado na família e na escola. “Muitas vezes as crianças só reproduzem discursos, posturas e atitudes que veem dentro de casa. Elas geralmente não têm preconceito. Aprendem isso com os adultos. Quem sabe elas ensinem a empatia aos pais e familiares?”, comenta Anete.

“E Se Fosse Você?” faz uma abordagem leve sobre um problema grave. “Tem muito de minha experiência pessoal, já que nunca fui considerada uma pessoa-padrão. A minha intenção é que o livro possa ajudar as crianças a buscar a cultura da paz e do respeito”.

A escola pode ser um ambiente traumático para as crianças que não se encaixam em padrões sociais e estéticos, mas também pode ser uma época de muito aprendizado e diversão. Anete diz que a variável que determina isso é o respeito às diferenças encontradas naquele ambiente.

 

Outras dicas de atividades

1. Debate – É importante que os alunos reflitam sobre os diferentes tipos de bullying e as medidas que poderiam ter sido tomadas para evitar situações extremas, como massacres protagonizados por adolescentes que foram vítimas de bullying.

2. Dados dos sentimentos – O projeto “Intervenção Bullying” propõe um jogo pedagógico voltado para a análise de emoções. A dinâmica consiste em reunir as crianças em círculos para falar sobre sentimentos. Com a mediação da professora, cada um joga o dado dos sentimentos, cujas partes representam uma expressão (triste, zangado, contente e envergonhado). Cada criança, então, precisa falar sobre uma situação em que esteve com aquele determinado estado de espírito. Por meio das respectivas histórias, os pequenos vão adquirindo consciência sobre atitudes que podem gerar aquelas reações – e, dessa forma, são educados a não agir de determinada forma para não magoar o próximo. (Fonte: site Unorobótica)

 

Obesidade infantil 

A obesidade infantil é outro tema que deve ser motivo de preocupação, tanto nas famílias, como nas escolas. Com os apelos de fast food, a indústria de guloseimas e as propagandas parecem hipnotizar os pequenos. E o resultado é o aumento do número de crianças com sobrepeso. O fator mais preocupante é que a obesidade afeta a saúde, desencadeando doenças como colesterol alto e diabetes.

 

Literatura

O livro “Luke, o macaco atleta”, da escritora Isa Colli, fala desse tema de maneira lúdica. As crianças são influenciadas pelo exemplo do macaco atleta, que incentiva a prática é atividades físicas e a alimentação saudável. “Fico feliz de estar ajudando a multiplicar ações positivas. Todos sabemos que uma criança bem nutrida terá um melhor rendimento escolar”, afirma Isa.

O livro, da editora Colli Books, tem trazido ótimos resultados nas escolas que já o adotam.

 

Dicas de atividades 

1. Incentivar o consumo de frutas regionais e de época. Mostrar os males que fast-food em excesso podem causar à saúde

2. Pedir que os alunos pesquisem o tema em casa e depois, na sala de aula, os professores elaboram com a classe uma campanha de conscientização com criação de cartazes, jornais murais e outras ideias criativas

3. Oficina de culinária – estimular os alunos a colocarem a mão na massa, sob supervisão de um nutricionista, que irá orientar na realização de receitas saudáveis. Ex.: suco natural com mistura de frutas, bolos e suflês com alimentos naturais, orgânicos etc

4. Programar atividades que envolvam as famílias, como aula aberta no sábado para que todos possam participar

5. Explorar o jogo Trilha dos Hábitos Saudáveis, que vem no final do livro Luke, que estimula os pequenos a adotar as atitudes do macaco. Eles avançam ou voltam casas de acordo com as escolhas de alimentação. Incentivar as escolas a criarem uma versão gigante do tabuleiro.

 

A equipe da Colli Books está à disposição para esclarecer as dúvidas da sua escola. Mande um e-mail para: divulgação@collibooks.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *