Você sabe o que é TDAH?

Você sabe o que é TDAH?

set 21 | Larissa Vilarinho

Sabemos que a educação é a base de tudo. O que seríamos sem a educação? Você já se fez essa pergunta? A educação é transformadora e é através dela que chegamos há tantos avanços.

Na infância é quando a educação começa a desenvolver um grande papel na vida de uma pessoa. É quando a criança começa a aprender com os pais, responsáveis sobre a vida, formas e agir e isso se torna ainda maior ao começarem a frequentar a escola e terem contato com os professores.

Mas você já parou para refletir e percebeu que algumas crianças enfrentam dificuldades de concentração o que lhes causam algumas dificuldades?

De acordo com o Instituto Glia, entre crianças e adolescentes brasileiros de 4 a 18 anos, 4,4% sofrem de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

O que é TDAH?

O TDAH é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. 

Segundo a Associação Brasileiro de Déficit de Atenção (ABDA) o transtorno na infância em geral se associa da dificuldades na escola e no relacionamento com demais crianças, pais e professores.

“As crianças são tidas como “avoadas”, “vivendo no mundo da lua” e geralmente “estabanadas” e com “bicho carpinteiro” ou “ligados por um motor” (isto é, não param quietas por muito tempo). Os meninos tendem a ter mais sintomas de hiperatividade e impulsividade que as meninas, mas todos são desatentos. Crianças e adolescentes com TDAH podem apresentar mais problemas de comportamento, como por exemplo, dificuldades com regras e limites”, explica a ABDA.

Tem tratamento?

É importante deixar claro que o TDAH é um problema de falta de atenção, a desorganização e a inquietude atrapalham bastante o rendimento dos estudos. O transtorno é diferente da  Dislexia e a Disortografia que estão ligadas a dificuldade de aprendizado.

De acordo com a ABDA o tratamento do TDAH deve ser multimodal, ou seja, uma combinação de medicamentos, orientação aos pais e professores, além de técnicas específicas que são ensinadas ao portador. A medicação, na maioria dos casos, faz parte do tratamento.

Além disso, a psicoterapia que é indicada para o tratamento do TDAH chama-se Terapia Cognitivo Comportamental que no Brasil é uma atribuição exclusiva de psicólogos.

Como ajudar uma criança com TDAH?

Como tudo na vida, é importante que as crianças com o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade recebam apoio e ajuda dos responsáveis e dos professores. Isso dá força a eles e mostra que eles não estão sozinhos.

Por exemplo, os educadores podem fazer regrinhas curtas e simples. De um jeito positivo, escrever o que quer que o aluno faça em sala de aula (não foque no que não quer que ele faça). Exemplo: “Ao entrar em sala sente no seu lugar e faça a tarefa”.

Outra forma de ajudar é montar uma rotina, pois ajuda a criança a focar na tarefa. Essas rotinas podem incluir por exemplo, sempre escrever no quadro o que será abordado em aula.

Já em casa, os responsáveis podem promover uma rotina bem estruturada e um lar sem muitos conflitos são grandes aliados na mudança de comportamento. Além disso, promova autonomia da criança, mas não permita que ela faça algo só porque ela quer. Coloquei limites, mas sem ser autoritário.

Outra forma de ajudar é criando regras simples e diretas, como “filho (a) você tem que arrumar o quarto agora” ou “filho (a) em cinco minutos você fará o dever de casa”. Seja específico e consistente e sempre dar a ordem começando da mesma maneira, também é uma opção.

O importante é manter a calma e mostrar que o (a) apoia e estará ali por ele (a). Além disso, sempre que puder, elogia um comportamento por menor que ele seja. Isso os ajuda a ganhar confiança.

Compartilhe:

Cadastre seu e-mail para receber novidades !

Português

Português

Português

Português

Português

English

Français


Português

English

Français

Português

English

Français

Português

English

Français