Luke, o macaco atleta, fala sobre os problemas causados pela obesidade

Luke mostra a importância da alimentação saudável para nossa saúde. Logo no início da história, aprendemos sobre as escolhas dos alimentos. Relembre:

Luke é um jovem macaquinho que mora em uma floresta cercada por lindas montanhas. Todos os dias ele faz a mesma coisa: acorda, pratica exercícios e brinca com os amigos. Ele se alimenta de folhas, frutas e escolhe cuidadosamente o que come.

Você pode trabalhar esse tema com seus alunos na aula de ciências. Uma possibilidade é ensinar a pirâmide alimentar e como essa representação gráfica pode ajudar na obtenção de uma alimentação mais saudável e consciente.

Pirâmide Alimentar é um tipo de gráfico que sistematiza os alimentos de acordo com suas funções e seus nutrientes.

 

Estrutura da Pirâmide Alimentar

A estrutura da pirâmide alimentar indica os alimentos considerados essenciais para a nossa saúde e quais são as quantidades adequadas de cada alimento, apresentando aqueles que fornecem os nutrientes necessários para uma vida saudável e para prevenção de doenças.

 

Quais grupos estão representados na pirâmide alimentar?

Na pirâmide alimentar, é possível observar oito grupos alimentares, os quais estão devidamente acompanhados da recomendação diária. Veja a seguir esses grupos e suas recomendações para uma dieta de 2000 Kcal.

  1. Arroz, pão, massa, batata, mandioca
  2. Legumes e verduras:
  3. Frutas:
  4. Carnes e ovos
  5. Leite, queijo e iogurte: 3 porções – 360 kcal
  6. Feijões: 1 porção – 55 kcal
  7. Óleos e gorduras: 1 porção – 73kcal
  8. Açúcares e doces: 1 porção – 110 kcal

 

Os alimentos que devemos consumir em maior quantidade constituem a base da pirâmide e são formados pelos alimentos do grupo 1. Eles são ricos em carboidratos, alimentos que fornecem energia para nosso corpo e, portanto, devem estar em maior quantidade no organismo. Entretanto, é importante frisar que o ideal é priorizar alimentos integrais.

Os alimentos incluídos mais no ápice da pirâmide são os pertencentes ao grupo 7 e 8. Se ingeridos em grande quantidade, podem causar ganho de peso e, com isso, riscos de doenças, como as cardiovasculares.

 

(Fonte: UNB)

 

Em outro trecho, Luke chama atenção que os alimentos processados e industrializados devem ser evitados. Veja:

Muita sobra de comidas gordurosas, frituras, massas. Os bichos acabaram se acostumando a comer hambúrgueres e amavam saborear as guloseimas que todos os dias ganhavam dos visitantes.

O macaquinho descobriu a gravidade do problema e sabia que aquela epidemia de obesidade poderia dizimar muitas espécies, pois ficou sabendo que esses péssimos hábitos aconteciam no mundo todo.

Na aula de Ciências, você, professor, pode falar da importância de uma alimentação variada para ter boa saúde.

Para crescer com saúde, é necessário, dentre diversas coisas, que a criança se alimente bem. Uma boa alimentação é aquela em que as pessoas comem de tudo um pouco.

Nenhum alimento sozinho possui todos os nutrientes que nosso corpo precisa e, assim, é necessário variar os alimentos que comemos.

Devemos acrescentar na nossa dieta, todos os dias, alimentos como frutas, verduras, folhas, grãos (como o feijão, milho, arroz soja e lentilha), leite e carne. Além disso, é bom sempre bebermos líquidos, como água, sucos e chás.

Os alimentos podem ser:

– De origem animal, que é o caso das carnes, dos ovos, do leite e dos produtos que são feitos a partir do leite, como a manteiga e o queijo.

– De origem vegetal, que é o caso das frutas (goiaba, manga e banana), verduras (agrião, alface e brócolis), legumes (chuchu, cenoura e beterraba) e cereais (feijão, arroz e milho).

– De origem mineral, que é o caso da água e dos sais minerais. Estes últimos são encontrados na água e nos alimentos em geral.

É importante que a carne, o ovo e o leite sejam fervidos antes de serem consumidos, assim como os cereais. Já as frutas, verduras e legumes devem ser bem lavados. Além disso, a água de beber deve ser tratada.

Alguns alimentos passam por processo industrial, e muitos têm em sua composição substâncias que, em grandes quantidades, não fazem bem à nossa saúde. Assim, é importante evitar ou comer somente de vez em quando alimentos como bolachas recheadas, refrigerantes, salgadinhos e balinhas. Frituras e alimentos com muito sal, farinha branca e açúcar também devem ser evitados, já que, em excesso, podem fazer mal à saúde.

(Mariana Araguaia – bióloga, especialista em Educação Ambiental / Escola Kids)

Outro exemplo de tema sobre alimentos  processados para aula de ciências: 

 

CARNES PROCESSADAS E O RISCO DE CÂNCER

Descubra o que são carnes processadas e a sua relação com o desenvolvimento de câncer.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou a carne processada como cancerígena para os seres humanos. Vamos entender melhor o que isso significa?

→ Afinal, o que são carnes processadas?

Mesmo consumindo esse produto em grande quantidade, a maior parte das pessoas não sabe o que é uma carne processada. Essas carnes são aquelas que sofreram modificações para que ficassem mais saborosas e pudessem ser conservadas por mais tempo. Entre as modificações que são feitas, podemos destacar a adição de sal, a secagem e a fermentação. São exemplos de carnes processadas: o hambúrguer, o bacon, o salame, a linguiça e a salsicha.

→ Por que esses alimentos foram classificados como cancerígenos?

A OMS estudou diversas pesquisas e percebeu que existiam provas suficientes para considerar esses alimentos como causadores de câncer. Eles estão relacionados principalmente com o câncer que atinge o intestino, mas também podem ocasionar essa doença no estômago.

Diante das evidências, as carnes processadas foram incluídas no grupo 1, que engloba aqueles produtos que são sabidamente carcinogênicos, ou seja, que se sabe com certeza que causam câncer. Essa classificação, no entanto, causou estranheza, pois o grupo é o mesmo em que está incluído o cigarro e bebidas alcoólicas. Por essa razão, algumas pessoas passaram a acreditar que as carnes processadas são tão perigosas quanto essas substâncias.

Mas, afinal, por que as carnes processadas estão no mesmo grupo que o cigarro?

Tanto o cigarro quanto as carnes processadas são causadoras de câncer e, por isso, foram incluídas no grupo 1. Essa classificação, no entanto, não quer dizer que ambos os produtos causam câncer na mesma intensidade.

Quando analisamos o cigarro, por exemplo, não se recomenda nenhuma dose segura, ou seja, não se deve fumar de forma nenhuma. Já com as carnes processadas, a história é outra. Acredita-se que a ingestão moderada não cause danos graves à saúde. Segundo alguns estudos, 50 gramas de carnes processadas por dia aumentam em média 18% o risco de câncer colorretal.

→ As carnes vermelhas também causam danos à saúde?

Não são apenas as carnes processadas que foram classificadas como perigosas. As carnes vermelhas estão classificadas no grupo 2A, que engloba produtos que provavelmente causam câncer. Apesar de menos perigosas que as carnes processadas, as carnes vermelhas também devem ser ingeridas com moderação.

Assim sendo, fica claro que uma boa alimentação é a chave para a saúde do nosso corpo. Alimente-se bem e evite alimentos que apresentam dados comprovados de risco para o nosso corpo.

(Pesquisadora Vanessa dos Santos)

Outra questão alertada no livro é a obesidade. Destacamos esse exemplo:

Como Luke é atleta há muito tempo, seus amigos sugeriram a ele um desafio: dar a volta ao mundo com o propósito de chamar a atenção sobre o tema da obesidade, mostrando aos outros animais a importância para a saúde de comer bem e de forma saudável. Além de não engordar, manter a saúde e ter vida longa devem ser prioridades na vida de cada um.

Em ciências, a obesidade pode ser abordada desta forma: 

Com o ritmo cada vez mais frenético das grandes cidades, resta-nos pouco tempo para cuidar da alimentação e acabamos consumindo comidas rápidas, como lanches. Esses alimentos, entretanto, nem sempre contêm todos os nutrientes na quantidade adequada para o nosso corpo, causando sérios danos à saúde.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, grande parte da população não ingere os valores mínimos recomendados de sais minerais e vitaminas, por exemplo. Essa deficiência pode provocar problemas na formação dos ossos, anemias, fraqueza muscular, problemas de visão, dificuldades respiratórias etc.

Além disso, alimentos industrializados podem conter substâncias que fazem mal em grande quantidade, como é o caso dos açúcares, gorduras e sódio. O açúcar, por exemplo, pode ser responsável pelo aumento do peso e da quantidade de gordura no sangue. A gordura, por sua vez, relaciona-se com problemas nos vasos sanguíneos e no coração; e o sódio provoca pressão alta quando consumido em excesso.

Vale frisar também que a alimentação inadequada pode desencadear a obesidade, uma doença crônica que atinge uma grande parcela da população e é resultado do excesso de gordura corporal. A obesidade não é apenas um simples problema estético, estando relacionada com casos de hipertensão arterial, diabetes, infartos e até mesmo cânceres.

Algumas vezes não é o excesso de alimentação que causa danos, e sim a deficiência de nutrientes. Denomina-se de desnutrição a condição clínica caracterizada pela deficiência de algum nutriente, seja pela má alimentação, seja pela ingestão insuficiente. Esse problema de saúde gera perda muscular, emagrecimento, alterações na pele e cabelo, anemia, alterações ósseas e no sistema nervoso, entre outros danos. (Escola Kids).

Que tal trabalhar com seus alunos o cultivo de alimentos e agricultura familiar. Separamos este trecho como ponto de partida:

…Luke e seus amigos percorreram muitos países ao redor do mundo. Sabiam que o resultado não seria imediato, mas os gestores das escolas e os governantes se comprometeram a mudar os maus hábitos e apoiar o plantio de alimentos saborosos e saudáveis. Os bichos agricultores já se preparavam para aumentar a produção de cultivo.

Agora vamos às informações para ensinar aos seus alunos:

 

O SOLO E AS PLANTAÇÕES

O solo, formado por aglomerados minerais e matéria orgânica da decomposição de animais e plantas, é a camada superficial da crosta terrestre. O solo é essencial para a plantação de vários alimentos.

Esse elemento natural serve de fonte de nutrientes para as plantas, que são utilizadas como alimentos pelos seres humanos e animais. As plantações são realizadas há milhares de anos, garantindo a alimentação e sendo uma fonte de renda através da comercialização dos produtos cultivados.

A composição do solo interfere diretamente nas plantações, pois a quantidade de nutrientes presente num solo reflete na produção agrícola. Solos ricos em nutrientes possuem grande fertilidade, fato positivo para as plantações.

Já os solos pobres em nutrientes necessitam de adaptações para o cultivo. Nesse sentido, várias técnicas agrícolas foram desenvolvidas para alterar o solo e adequá-lo para as plantações.

 

Plantação com sistema de irrigação artificial

Algumas medidas devem ser tomadas para a realização das plantações. Dentre as técnicas mais utilizadas na agricultura estão a análise da composição do solo, drenagem do solo, aragem, adubação, irrigação da plantação, utilização de agrotóxicos, entre outros.

Porém, algumas técnicas agrícolas têm provocado vários problemas ambientais, como a poluição do solo por agrotóxicos, desmatamentos, queimadas, contaminação dos recursos hídricos, erosões, entre outros. (Escola Kids)

 

ATIVIDADES FÍSICAS

Luke convence a bicharada que as atividades físicas devem ser aliadas da boa alimentação. Relembre:

Observou por um longo tempo o movimento por ali e percebeu que alguns animais nem conseguiam mais andar corretamente. Correr, então, nem pensar. O peso não deixava. Eles se tornaram lentos e, com isso, eram presas fáceis para os predadores.

Base para estudo:

As atividades físicas equivalem a todas as atividades que incluem movimentos corporais e gasto de energia. As pessoas que não fazem nenhum tipo de atividade física são chamadas de sedentárias.

Mas qual a importância das atividades físicas para as pessoas?

Fazer atividade física é muito importante para a saúde das crianças e dos adultos, pois ela melhora a flexibilidade, a força muscular, fortalece os ossos e as articulações e desenvolve habilidades psicomotoras.

Ao praticarmos atividades físicas, queimamos a gordura que está em excesso no nosso corpo, e ao mesmo tempo melhoramos a nossa pressão arterial. Além disso, com exercícios físicos, o nosso corpo fica mais preparado e consegue driblar muitas doenças.

A criança pode e deve se exercitar para ter uma saúde melhor

Para as crianças, qualquer atividade física é bem-vinda. Jogar bola, natação, judô, capoeira, karatê, andar de bicicleta, correr, pular corda, entre várias outras, são atividades físicas que garantem às crianças mais disposição, melhor convívio social, melhor desenvolvimento intelectual e gasto de energia.

Depois de ensinar a teoria, leve seus alunos para o pátio ou área de esportes e realize jogos, gincanas, corridas, torneio de natação e outras atividades que a turma topar e o espaço externo da sua escola permitir. O céu é o limite!

A TV escola acompanhou o lançamento do livro “Luke, o macaco atleta” no Rio de Janeiro.

Confira: https://www.youtube.com/watch?v=LovvHWWRC2w&t=15s

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *