L'enfant doit apprendre à identifier et à parler de leurs sentiments

Saúde emocional das crianças

Quando falamos de sentimentos, en général, Nous pensons que des réactions positives, mais nous oublions que les enfants et les adultes, réagir à des événements mode de vie varié, que leurs expériences de vie. plaisir, joie, euphorie, colère, tristesse, frustration, sont quelques-uns des sentiments qui concernent les éducateurs. L'un d'eux est le bienvenu, l'autre crée la souffrance, mais il ne peut pas être ignoré.

Sim, et d'utiliser la colère, si emblématique, par exemple,, nous devons considérer que, pour être en colère des moyens d'être en détresse émotionnelle. Ela pode ter sido originada por perda, por privação de uma diversão, por um brinquedo que quebrou, pela atenção da mamãe que foi toda para o irmãozinho. Seja qual for o motivo, justificável ou não, a sensação de abandono ocasiona angústia, e é aí que começam muitas das crises familiares.

Segundo a psicopedagoga Miriam Costa, o existencialismo e a questão do ser no mundo, são relações que devem ser discutidas nas escolas. Para ela, a criança deve aprender a identificar e conversar sobre os seus sentimentos, além de explorar um leque de diferentes opções para lidar com eles.

Ela afirma, que educadores e familiares devem desenvolver atividades para ressaltar a autoconfiança, a paciência, une persistência, a tolerância, o autoconhecimento, o controle dos impulsos, a resistência às frustrações, a comunicação e empatia dos pequenos. Mostrar que acreditam na capacidade deles é a chave para que façam o mesmo.