Sobre

A escritora Isa Colli é ítalo-brasileira nascida em Presidente Kennedy, no Espírito Santo – Brasil, Mora em Bruxelas, na Bélgica.

img_6282-copia-41

Tem  sete publicados, dos quais seis no segmento infantil. O mais recente, O Pirulito das Abelhas, foi lançado pela Editora Chiado em abril na Feira do Livro de Lisboa, e depois, em várias feiras da Europa, e também na Feira Internacional do Livro de São Paulo em setembro.

Criada no interior, filha de pais simples, Isa teve contato com os livros e as histórias infantis muito cedo, já que sua mãe era uma ótima contadora de estórias, tanto das “cartilhas” que comprava, como das que, em sua simplicidade cheia de criatividade, inventava e contava aos filhos todos os dias antes de dormir.

“Tenho as melhores lembranças de minha infância em Monte Belo, Presidente Kennedy. Tive uma infância muito feliz e o meu contato com os livros e com as estórias eram uma rotina da qual eu não abria mão. Muitas vezes queria saber o final logo, de tanta curiosidade”, conta Isa Colli.

Alfabetizada muito cedo, a escritora sempre teve nos pais agricultores os principais incentivadores para que continuasse lendo e escrevendo. A simplicidade do “Seo” Sebastião e Dona Nevinha não impediu que incentivassem a imaginação da filha curiosa e irrequieta.

Um dos presentes que provavelmente definiu seu futuro foi um diário de capa rosa que ganhou da mãe aos 12 anos (confessa que sempre achou que tinha sido o pai quem a presenteara, engano desfeito recentemente).

Foi nesse diário que começou a se aventurar pelo cenário de medos, sonhos, conquistas e reflexões infantis. A prática aprimorou a habilidade e o gosto pela escrita, e as palavras passaram a fluir cada vez mais fácil, abrindo caminhos para personagens do mundo encantado, poemas e lindas histórias de amor.

Dedicação exclusiva

Mas foi uma doença grave, quando pensou que poderia ter a vida abreviada por um câncer, que a afastou do emprego como Produtora de Arte na antiga TV E (atual TV Brasil) e a levou a acreditar na incerta carreira de “operária da escrita”.

“Hoje cuido carinhosamente das palavras. Escolhi escrever por acreditar e defender que as mudanças tão necessárias ao nosso país passam pela leitura e pela Educação de qualidade.  Escrever é um processo de libertação da criatividade e dos sentidos”.

Determinada e batalhadora, a escritora diz que a luta de escritores por espaço é longa e muitas vezes frustrante, mas que ela resolveu acreditar, mesmo quando escreveu um livro que foi rejeitado por várias editoras, que lançou de forma independente e vendeu cinco mil cópias. “ Hoje está sendo reeditado e traduzido para outros idiomas”.

Sobre o fato do câncer ter transformado seu hobby em atividade diária, Isa diz que se refugiou na escrita, e ela a salvou. “Claro que Jesus me curou, minha fé é inabalável em relação a isso, Mas realmente a escrita me salvou”.

A escritora diz que um livro não é apenas um conjunto de páginas dentro de uma capa, nem se limita a parágrafos, frases e palavras. “Um livro tem som, cheiro, cor e magia. Depois que descobri a paz que é viver no ambiente das letras, passo boa parte da minha vida dedicada ao enriquecimento da minha caligrafia diária, sem me preocupar se isso é um passatempo ou um trabalho oficial.

Caligrafia? Sim, os livros da escritora Isa Colli são escritos à mão ou gravados, devido a limitações impostas por problemas de saúde. Depois as histórias são repassadas ao filho, que as digita.

 Resumo

Isa Colli nasceu em Presidente Kennedy

Morou em Cachoeiro de Itapemirim, no Distrito de Vargem Grande de Soturno, No Espírito Santo, morou no Rio de Janeiro, Curitiba, São Paulo e em Brasília.

Atualmente mora em Bruxelas, com o marido José Alves Pinto e o filho Philip Colli.

É de uma família de cinco filhos.

Os pais, Sebastião Minas e Maria das Neves Minas, moram em Marataízes, litoral sul do Espírito Santo.

 

Isa Colli Admin

A escritora Isa Colli é ítalo-brasileira nascida em Presidente Kennedy, no Espírito Santo – Brasil. Mora em Bruxelas, na Bélgica.

Anete Lacerda Editor

Anete Lacerda é jornalista formada pela Universidade Federal do Espírito Santo, Pós-Graduada em Gestão Estratégica de Comunicação e Marketing pela Universidade Cândido Mendes. A escrita, mais que opção e vocação, é uma paixão desenfreada.