O Recomeço é impactante, diz a universitária Reniére Pimentel

RESENHA | O Recomeço, por Isa Colli

IC_O-Recomeço_capa_AF
A história tem início com os Casagrande de Menezes, uma família influente de São Paulo que está fazendo uma viagem de férias a Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Lá, vive Olímpio, pai de Arthur – patriarca da família – e avô de Maria Paula, uma das protagonistas da história. Maria Paula é a típica mocinha da cidade e muitos poderiam se referir a ela pelo adjetivo de patricinha mimada.Ao chegar em Angra dos Reis, contudo, ela conhece João Carlos, um jovem e aventureiro surfista. JC, como seus familiares e amigos o chamam, vem de uma família simples e é nativo da região. Quando conhece Maria Paula, o interesse é quase imediato e também recíproco, o que leva os dois ao primeiro envolvimento amoroso da juventude. Porém, o romance de verão recebe uma guinada do destino quando os sintomas que João Carlos vem sentido há algum tempo apontam para uma grave doença que mais tarde será diagnosticada por câncer de estômago. Agora, a adversidade levará não somente o jovem casal, mas todos os envolvidos na vida de JC a reestruturar seus alicerces.

O Recomeço, escrito pela autora Isa Colli, é um livro que fala muito sobre superação e a importância das pessoas queridas neste processo. Já no prólogo do livro, o leitor se depara com qual será o tema abordado na história, de modo que a enfermidade do protagonista não é surpresa em momento algum. Contudo, o desenrolar da história e a forma como as circunstâncias vão se dando na vida das personagens envolve o leitor e o instiga a descobrir qual será o desfecho da obra.

Ao longo da leitura, o leitor se depara com diversos pontos de reflexão incutidos pela autora. Como a importância da preservação do ambiente (tema amplamente explorado nos livros da autora), a solidariedade e amor para com os seus semelhantes, a valorização das experiências de cada momento e, acima de tudo, as informações transmitidas sobre sintomas de doenças oncológicas e a importância do cuidado para com a saúde e os benefícios do diagnóstico prematuro.

Através de uma narrativa fluida e envolvente, Isa narra os acontecimentos em terceira pessoa e explora todos os personagens, fazendo com que o leitor seja devidamente apresentado a todos. Indo mais além, a autora apresenta, no fim do livro, depoimentos de pessoas que tiveram contato direto com o câncer, desde sobreviventes da doença até médicos experientes no assunto, deixando ainda mais claro sua intenção informativa com a obra.

A leitura foi leve e bastante rápida para mim, o que indica a fluidez da escrita de Isa. Muito contribuiu também o fato de sua narrativa não ser muito floreada e extensa: ela vai direto ao ponto. Tive a impressão, porém, de haver certa inconstância nos diálogos entre os jovens. Ao mesmo tempo que havia formalidade intensa um tanto quanto questionável entre eles, havia também alguns momentos de linguagem coloquial e gírias. Senti, nesses momentos, certo distanciamento na relação leitor-personagem. Felizmente, porém, essa sensação rapidamente se esvanecia conforme me reintegrava à história.

Por fim, o livro é um romance muitíssimo agradável e envolvente que traz a quem lê mensagens de impacto. Aproveitei bastante o tempo enquanto lia e acredito que os amantes dos romances – especialmente os sick-lits – e que apreciam as transmissões nas entrelinhas irão se deliciar com a obra de Isa.

http://palavrasradioativas.com/resenha-o-recomeco-por-isa-colli/