Mulheres devem ser homenageadas todos os dias

Não precisamos ter um dia especial para lembrar, e valorizar a importância da mulher em nossa sociedade. Nos últimos anos, a mulher ganhou espaço, mas mesmo com tantas conquistas, o sexo feminino é penalizado por uma cultura ultrapassada que administra os “modus operandi” do Brasil.  

Os salários ainda são menores, os direitos, na prática, também. Pesquisa do IBGE aponta que a mulher recebe um salário cerca de 28% menor do que o homem exercendo a mesma função.

As mulheres ainda são subjugadas e a sua influência política ainda não tem representatividade suficiente para brigar pelas suas conquistas no ambiente profissional.

Por exemplo, a proposta de reforma da Previdência, planejada pelo atual governo federal, diferencia homens e mulheres na instituição reconhecendo a divisão sexual do trabalho, que destina às mulheres piores salários, piores condições de trabalho e maiores responsabilidades do trabalho não remunerado.

A reforma previdenciária ataca diretamente a mulher e hoje, dia dedicado a todas as guerreiras, que cumpre dupla jornada (em casa e no trabalho), não poderia deixar de passar e expressar em forma de poesia, a minha gratidão ao ser mais completo criado por Deus.

O que temos de ter não é um dia especial para as mulheres, mas sim respeito e direitos que acabem com a diferença, que segrega e oprime milhares de mães, filhas, irmãs e esposas todos os dias.

Poema de minha autoria para homenagear as mulheres, “todos os dias”. 

Mulher é a plenitude do amor perfeito 
Simbolizada pelo suave perfume das flores 
Reconhecida pela virtude e pelo bom conceito.
É na verdade a junção de todos os amores.

Mulher é a mistura das raças e das cores
É a simplicidade de um sorriso faceiro
É o canto harmonioso dos pássaros em recital
É a perfeição dos diversos sabores.

Mulher é singela como um rio de águas serenas
É a sinfonia de muitos corais em sintonia
É o equilíbrio da vida em plena evolução
É a perfeição da criação e as suas magias.

Mulher é o que há de melhor
É amor, garra
É extrema alegria!
É mãe, educadora, filha, irmã, tia, esposa, amiga, amante e companheira.
É expressão de fé, sonho e poesia.

Deixe uma resposta