Criança precisa de limites

A falta de limites é o problema do mundo moderno, em que as pessoas são cada vez mais individualistas.
 
Encontramos, já na pré-escola, crianças sem limites. Depois vemos, por consequência, adolescentes sem limites, jovens sem limites, adultos sem limites e trabalhadores sem limites.
Isso quer dizer que apenas as boas intenções da família não bastam. Os pais precisam  aprender a dizer não e impor limites, para não incentivar o crescimento de pequenos ditadores, que crescerão achando que todos devem fazer suas vontades.
 
Já ouvi e li psicólogos  que dizem  que impor limites é necessário para delimitar o espaço da criança no lar, no ambiente escolar e social, porque norteia o espaço e conduta dela mesmo na ausência dos pais.
 
Esses psicólogos dizem mais. Que a criança sem limites demonstra insegurança, dificuldades na relação interpessoal, não tolera frustrações, comporta-se de forma autoritária, é inflexível e rejeita regras e normas. Com isso, vai sofrer no futuro, porque tolerar frustrações faz parte do processo de amadurecimento.
 
 “Aprender a conviver com a frustração é um dos grandes fatores de amadurecimento do homem do futuro. Quem nasce, vive e morre sem nunca ter tido uma frustração”?, indaga a psicóloga Carla Moura.
 
Então papais e mamães, vamos impor limites aos pequenos e contribuir para que sejam felizes e saibam enfrentar com altivez os momentos em que alguma coisa der errado.
 
Ofereçam aos seus filhos momentos lúdicos, de muita leitura, brincadeiras e conversas agradáveis. Se as correções forem necessárias, que sejam feitas com firmeza, mas em amor.
A imposição de limites faz a criança amadurecer e a prepara para superar desafios e obstáculos de cabeça erguida, com disposição e dignidade.
 
Então papais e mamães, vamos motivar nossos pequenos. A bíblia diz, em Provérbios 22:6, “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele”.  
 
Eu creio e apoio.  Vamos preparar nossos filhos para serem felizes e tornarem o mundo um lugar melhor.

Deixe uma resposta